Onde estamos

Escritório Campinas

Contatos Regionais

Contato Imprensa

Fale conosco

Para entrar em contato preencha o formulário abaixo.

Nome*

Email*

Município - UF*

Telefone*

Assunto*

Messagem*

Desejo receber o vosso Infotrade

(*) Campos obrigatórios.

map_5 map_4 map_3 map_6

Envie seu currículo

Preencha o formulário abaixo.

Nome*

Email*

Assunto*

Messagem*

Currículo (pdf)*

(*) Campos obrigatórios.

» Blog

Regional Maringá realiza experimento com Gama Brasilis

Rapidez no plantio, aumento de produtividade, diminuição de frete, consumo de combustível e mão de obra são alguns dos resultados obtidos no experimento desenvolvido por Luciano Nairne, representante da Tradecorp do Brasil na Regional Maringá, e Edison Aparecido Negrão, engenheiro agrônomo da Cooperativa Agropecuária e Industrial de Mandaguari (Cocari), na propriedade do produtor de soja Marcos João Kruzel, em Jardim Alegre – Paraná.

“Marcos tinha uma área em que plantava café, mas havia arrancado há pouco tempo, por isso o solo dele estava bastante desequilibrado. Não fizemos nenhum tipo de correção para começar o experimento”, explica Negrão.

O plantio da soja foi realizado em 23 de novembro de 2013 e foram realizadas aplicações de Brasilis II em quatro diferentes combinações mais a testemunha, que não recebeu nenhum produto. Além disso, foram feitas duas aplicações de Pumma TC e uma aplicação de Pumma Kalidad na área total.

NOSSAS REGIONAIS - Luciano Nairne representante da Regional Maringa em apresentacao dos resultados obtidos com a Gama Brasilis

Luciano Nairne representante da Regional Maringa em apresentacao dos resultados obtidos com a Gama Brasilis.

A emergência da soja aconteceu no dia 1 de dezembro e a colheita em 03 de abril.  Para obter melhores resultados, o produto foi dissolvido em água e aplicado em jato dirigido no solo durante o plantio.  Para Negrão, a eficiência do produto foi comprovada. Ele lembra que a primeira preocupação foi com a mão de obra, “pois a quantidade de adubo que os produtores carregam é de grande peso”. Além da redução do peso devido à mudança de sólido para líquido, Negrão destaca que “pudemos observar que houve redução da carga e do peso da carga para a plantadeira, que ficou mais livre e também ajuda o produtor a economizar tempo e esforço”.

Tratamento Quantidade (Kg/ha) Resultado (sc/ha)
Testemunha Sem Fertilizante 46,6
brasilis II 8 68,03
brasilis II + 02 -20 18 8 + 250 68,97
brasilis II 4 56,79
02-20-18 250 58,15

Apesar dos excelentes resultados com o produto, para que o experimento possa ser reproduzido comercialmente, há uma barreira a se transpor: a máquina. Segundo Negrão, usamos uma máquina como um protótipo e “sentimos que é muito delicada para esse tipo de aplicação. O bico é excelente, mas as mangueiras são muito finas, então a gente precisa aperfeiçoar a máquina, o que não está nas mãos da Cocari e nem da Tradecorp”.

NOSSAS REGIONAIS - Equipe recebe instrucoes

Equipe recebe instruções.

No entanto, embora seja um fator dificultador para a produção comercial, não atrapalha o sucesso do experimento. “O resultado do produto é excelente. Tivemos ótimos resultados experimentais. Claro que a dependência da máquina prejudica a produção, porém ela representa apenas 10%. A existência de produtos eficientes representa 90%”, conta Negrão.

“Esse trabalho é muito importante pela parceria que a gente tem com a Cocari. Estamos cada vez mais levando novos projetos e comungamos das mesmas ideias. Os bons resultados só vieram a acrescentar e estreitar nossa parceria” comemora Nairne. “Os resultados estão muito satisfatórios, cerca de dez produtores já se interessaram”, completa.