Onde estamos

Escritório Campinas

Contatos Regionais

Contato Imprensa

Fale conosco

Para entrar em contato preencha o formulário abaixo.

Nome*

Email*

Município - UF*

Telefone*

Assunto*

Messagem*

Desejo receber o vosso Infotrade

(*) Campos obrigatórios.

map_5 map_4 map_3 map_6

Envie seu currículo

Preencha o formulário abaixo.

Nome*

Email*

Assunto*

Messagem*

Currículo (pdf)*

(*) Campos obrigatórios.

» » Blog

Efeito Priming: Preparando as plantas para combater a seca e outras condições de estresses abióticos

Plantas que se desenvolvem em condições propensas à seca podem estar sujeitas a um grande estresse ambiental (abiótico). Ao preparar a planta para o estresse abiótico, a planta será menos afetada por ele e terá o potencial de se recuperar mais rapidamente, o que auxilia a minimizar a perda de produtividade.

Solução Tradecorp: Phylgreen, repleto de substâncias naturais que combatem os estresses.

Ascophyllum nodosum cresce somente no Oceano Atlântico Norte. Ela se desenvolve em um ambiente único, a “zona de maré”, e passa metade de sua vida em água salgada e a outra metade exposta ao ar, quando a maré baixa. Este é um dos lugares mais estressantes do mundo para uma planta se desenvolver. Como resultado, a Ascophyllum nodosum é uma alga rica em substâncias naturais que combatem os estresses abióticos.

Graças ao processo “Gentle Extraction” da Tradecorp, a maioria dessas substâncias para o alívio dos estresses são extraídas e incluídas no Phylgreen. Algumas dessas substâncias naturalmente presentes no Phylgreen são:

–    Manitol: protetor contra a seca, que ajuda a proteger as células vegetais e do estresse salino

–    Alginatos: aumentam a capacidade de retenção de água pela planta devido ao seu efeito osmorregulador

–    Polifenóis (antioxidantes): protegem as plantas das substâncias oxidativas (ROS) presentes nos tecidos, que surgem durante a estiagem e outros estresses abióticos.

Ativando genes para resistir ao estresse

Phylgreen possui uma outra importante e ainda mais surpreendente forma de auxiliar as plantas a resistirem aos estresses: sua capacidade de interagir com as plantas à nível molecular.

Phylgreen tem a capacidade de ativar genes específicos que ajudam as plantas a resistir ao estresse. Esta manipulação natural dos genes pelo Phylgreen “previne” a planta e a prepara para enfrentar de forma mais eficaz e rápida os estresses abióticos. Quando ocorrer um estresse, como seca ou estresse térmico, as plantas preparadas são capazes de responder mais rapidamente e resistir por mais tempo a esses estresses, reduzindo a perda de produtividade.

O conhecimento científico nos ajudou a entender como o Phylgreen promove e protege a produtividade, no entanto os agricultores irlandeses, que usaram Ascophyllum nodosum em suas fazendas por gerações, já sabiam disso.

Através do desenvolvimento do Phylgreen pela Tradecorp, um manejo local e tradicional agora tem um alcance global, ajudando a agricultura a resistir ao efeito das mudanças climáticas, como o aquecimento global associado às secas.

Conheça mais sobre a linha Phylgreen: