Onde estamos

Escritório Campinas

Contatos Regionais

Contato Imprensa

Fale conosco

Para entrar em contato preencha o formulário abaixo.

Nome*

Email*

Município - UF*

Telefone*

Assunto*

Messagem*

Desejo receber o vosso Infotrade

(*) Campos obrigatórios.

map_5 map_4 map_3 map_6

Envie seu currículo

Preencha o formulário abaixo.

Nome*

Email*

Assunto*

Messagem*

Currículo (pdf)*

(*) Campos obrigatórios.

» » Blog

Dia Internacional das Mulheres e Meninas na Ciência – Dia 3: Irene Sobrado

E para encerrar a nossa Campanha Mulheres na Ciência. Hoje, queremos reconhecer Irene Sobrado, Diretora de Assuntos Regulatórios da Europa.

Irene Sobrado é licenciada pela UAM (Universidade Autônoma de Madri) em Biologia e Biologia Ambiental, e mestrado em Gestão de Tratamento de Resíduos e Tecnologia Química.

Ela começou a trabalhar na Tradecorp em 2016 e administra os Assuntos Regulatórios na Europa.

Modelo a ser seguido:

Qualquer mulher que se destaca ou se sobresaia principalmente em setores masculinos é sempre uma fonte de inspiração. Como uma figura de ciência histórica, Marie Curie é sempre uma fonte de inspiração para mim. Pilar Mateo, espanhola que desenvolveu uma tinta inseticida para combater a doença de Chagas, também é uma inspiração para mim. Sua tinta é um produto facilmente aplicável (vendido como tinta para casas), inofensivo para os seres humanos e tem uma liberação lenta, tornando-se muito eficaz. Apesar de todos os seus benefícios, teve que superar muitas dificuldades até atingir as populações pretendidas. Mateo também fundou a ONG MOMIN (Movement of Indigenous Women of the World / Movimento das Mulheres Indígenas do Mundo). Esta organização forma mulheres indígenas afetadas pela doença de Chagas em manutenção e higiene para evitar a reinfecção de outros lares.

Quando você decidiu seguir carreira na ciência:

Ao que me lembro, sempre soube que queria dedicar-me à ciência. Eu estudei Biologia, pretendendo dedicar-me a pesquisar genética, mas o futuro incerto de pesquisadores na Espanha (dependente de bolsas de estudo) me fez repensar meu futuro. Decidi especializar-me em uma área mais relacionada à empresa / indústria. No final, escolhi o caminho ambiental e especializado em gerenciamento e tratamento de resíduos.

Melhor coisa sobre a Tradecorp:

Ha um ano e meio na Tradecorp, adquiri diversos conhecimentos sobre um campo relacionado ao meu trajeto acadêmico, mas com o qual não era tão familiarizada e adoro isso. Tive a oportunidade de conhecer pessoas muito interessantes e bem formadas com muita experiência no setor. Graças a eles, meu trabalho na compreensão da regulamentação e da situação agrícola atual foi mais simples e rápido. Minha maior descoberta na Tradecorp tem sido os bioestimulantes, como as algas que são utilizadas na linha Phylgreen. Parece tão lógico e criativo para mim que a melhor coisa para as plantas são as próprias plantas.

Melhor avanço agrícola:

Recentemente, participei de conferências onde discutiram a importância da agricultura de precisão e o papél dos bioestimulantes no aumento da eficiência dos nutrientes. Eu achei isso realmente interessante! O desenvolvimento desta tecnologia pode ajudar os países com menos recursos a produzirem alimentos de forma mais eficaz, o que pode ser o futuro da agricultura.

Algo de que se orgulha:

Tenho uma lembrança especial de uma reunião na qual participei na sede da Organização das Nações Unidas, em Genebra, como representante espanhola para questões de segurança química em todo o mundo. Nunca pensei que tivesse a oportunidade de visitar o Salão dos Direitos Humanos da ONU, e a famosa cúpula do espanhol Miquel Barcelo e lá estava eu! Este foi definitivamente um momento chave na minha vida.